Entrevista de emprego: perguntas e como responder – parte 2

Entrevista é o momento da verdade para muitos profissionais em busca de um novo emprego, e saber como lidar com as perguntas de entrevista mais comuns, escapando das pegadinhas e armadilhas, é uma necessidade comum.Esta é a segunda (e última) parte do artigo que apresenta perguntas comuns em entrevistas de emprego elaboradas por profissionais típicos – leia também a primeira parte. Não existe uma única resposta certa para cada uma delas, e você deve responder sempre com naturalidade e de forma espontânea – nada de respostas decoradas! Mas em muitas das perguntas há um teste oculto, e estes testes acabam eliminando muitos candidatos.

Por isso, para cada pergunta foi acrescentada uma sugestão de resposta, e eventualmente um comentário sobre qual o teste oculto. Você não deve decorar estas respostas e usá-las na próxima entrevista; a idéia é que você as use como base para compor sua própria resposta, que deve ser sincera e espontânea. Assim, você não será pego despreparado por nenhuma destas perguntas comuns, muitas delas difíceis de serem respondidas de improviso.

Veja os detalhes no artigo anterior (que tem também as perguntas sobre o candidato e sobre seu histórico e carreira), e leia a seguir a continuação com as perguntas sobre a vaga e a empresa para as quais está se candidatando, sua opinião sobre sua empresa, equipe ou chefe anteriores, e algumas das armadilhas comuns em entrevista e redação para seleção de emprego.

Sobre a vaga e a empresa

  1. O que você procura aqui na empresa? Você certamente procura muitas coisas, inclusive a satisfação de necessidades pessoais. Não há razão para esconder isso, mas também não é necessário detalhar. Prefira detalhar aspectos que você procura e que interessem à empresa diretamente, como o desafio de fazer parte da história dela, a chance de contribuir para algum projeto ou estratégia notável dela, ou o envolvimento com um quadro profissional tão capacitado, por exemplo.
  2. Por que acha que devemos lhe contratar? Esteja preparado para esta, e mencione de forma objetiva 2 ou 3 diferenciais seus que você considera essenciais, e a forma como eles podem gerar resultado para a empresa.
  3. Por que enviou seu currículo para esta empresa? Esta é uma oportunidade para fazer valer a pena as horas de pesquisa que você fez sobre a empresa antes da entrevista. Fale sobre notícias recentes de sucessos da empresa, perspectivas de crescimento do seu mercado, e como acredita que o posicionamento dela a torna atraente para qualquer profissional.
  4. Quanto vai demorar até trazer uma contribuição positiva para esta empresa? Esta é uma pegadinha de entrevista, e o entrevistador que recorre a ela merece ouvir uma resposta pronta e enlatada. Aqui vai: “A partir do primeiro dia, na verdade mal posso esperar. E tenho certeza de que será uma contribuição crescente, conforme for conhecendo melhor a empresa e seus objetivos!”
  5. Quanto tempo pretende permanecer na empresa? Aqui em geral o entrevistador quer remover qualquer pessoa que afirme que tem, de fato outra oportunidade em vista, ou que tem planos para daqui a alguns anos ir fazer alguma outra coisa. Se for um bom entrevistador, ele também pode dar pontos negativos se entender que você é acomodado e só deseja um lugar para se encostar até a aposentadoria. A resposta segura é dizer que pretende permanecer enquanto houver perspectivas de desenvolvimento pessoal e profissional, e enquanto estiver apto a oferecer uma genuína contribuição, mas que pelo que você entendeu sobre a vaga e sobre a empresa, não vê qualquer motivo para que a relação não seja duradoura.
  6. E se tiver que assumir o lugar do seu futuro chefe aqui na empresa? “Farei com prazer, sempre que a empresa determinar. Quero crescer, mas de preferência em conjunto com ele, e jamais sendo desleal aos superiores.”
  7. Qual a opinião que seus subordinados têm de você? Responda chamando-os de “a equipe” (e não “a minha equipe”, ou “os subordinados”). O ideal é enfatizar que eles o respeitam, ou que o admiram. Nem sempre é ideal mencionar que você desenvolveu amizade com todos eles, e principalmente as inimizades pessoais.
  8. Já selecionou e admitiu funcionários? O que considera importante em um candidato? Aqui uma resposta perigosa é indicar uma característica qur você mesmo não possua, mesmo que seja simples explicar a razão disso. Também não vale a pena ser muito óbvio tentando indicar exatamente as características nas quais você mais se destaca. O melhor é dar uma resposta ampla, mencionando características objetivas, como a adequação aos requisitos da vaga, a capacidade de trabalhar em equipe, a experiência, o conhecimento técnico, etc.
  9. Descreva como seria seu emprego ideal. Sem surpresas aqui. O que o entrevistador espera é que você seja sincero, e ao mesmo tempo acabe descrevendo exatamente a vaga para a qual está sendo selecionado. Portanto não exagere nas tintas, para não parecer forçado, nem descreva algo que não corresponda ao que você imagina que a empresa tem em mente para você.
  10. O que você mudaria caso você estivesse na diretoria da empresa? Atenção aqui: a não ser que o seu processo seletivo seja justamente para um cargo da alta direção, dificilmente o avaliador estará realmente procurando obter sugestões reais. Ele quer saber como você pensa, e exceto em casos excepcionais, a resposta mais racional envolve dizer que você jamais poderia oferecer um remédio antes de realizar o diagnóstico, e que antes de propor qualquer mudança, você pretende conhecer bem a companhia, e as razões pelas quais as coisas são como são. Mas se você conhecer bem a empresa, pode arriscar uma jogada muito mais recompensadora, e complementar a resposta acima dizendo que se você fosse começar o diagnóstico hoje, iria se concentrar na área “X” da empresa, porque esta lhe parece a mais crítica para o seu sucesso. Mas não arrisque isso se não tiver um razoável grau de certeza do que está dizendo.

Sobre a empresa anterior

Aqui você precisa lembrar que o objetivo da entrevista é avaliar você – o entrevistador não está nem aí para a sua empresa ou chefe anterior, portanto todas as perguntas desta seção são testes ocultos, um verdadeiro campo minado. Ele quer saber se você tem uma postura ética, se é leviano com informações internas da empresa, se trata os conflitos de trabalho como se fossem pessoais, se é maduro nos relacionamentos profissionais, etc. É seguro assumir que o entrevistador imaginará que você falaria sobre a nova empresa as mesmas coisas que falar a ele sobre a empresa anterior.

  1. Qual sua opinião sobre a empresa ou chefe anterior? Nunca fale mal, evite até mesmo críticas construtivas, e nem mesmo pense em fazer comparações, mesmo que as 2 empresas sejam concorrentes diretas – aqui quem está sendo avaliado é você, e não o ex-chefe, e falar mal dele em sua ausência raramente conta ponto a seu favor neste contexto. Era uma boa empresa, e o chefe sempre agiu com você como um excelente profissional.
  2. O que você não gostava no emprego anterior? Não se queixe, e não se esqueça de que quem está sendo avaliado aqui é apenas você, e não o emprego anterior. Você gostava de tudo.
  3. Avalie honestamente seu antigo chefe e empresa, pontos positivos e negativos. Mesma rotina: você lembra de pontos positivos, e eles são todos sinceros, honestos – e pensados de antemão. O seu avaliador não está nem aí para a empresa anterior, ele quer saber se você é leal, se leva as coisas para o lado pessoal, se fala sobre a empresa quando está fora dela, etc.

Pegadinhas comuns

  • A armadilha do silêncio: após perguntas “difíceis”, como a do seu “maior defeito”, ou “maior arrependimento”, alguns avaliadores com pretensões psicológicas empregam um velho truque: ao invés de continuar a entrevista, fazer um comentário ou a próxima pergunta, eles simplesmente ficam em silêncio, encarando o entrevistado sem passar nenhuma mensagem (de desaprovação, etc.) com sua expressão facial. Isto é uma pegadinha, e bastante gente cai – ao perceber a situação de stress, assumem que o entrevistador considerou a resposta errada, mentirosa, insuficiente, ridícula ou qualquer outra coisa, e começam a tentar “consertar”, muitas vezes com resultados desastrosos para si mesmo. A intenção é mesmo intimidar e provocar stress, para ver como o candidato se sai. Se tentarem isso com você, aguarde alguns segundos calmamente, e em seguida não afirme nada, apenas pergunte: “há algo mais que eu possa esclarecer sobre este ponto?” Se o entrevistador continuar em silêncio, simplesmente aguarde silenciosamente também, em atitude respeitosa e séria, prestando atenção a ele,como se estivesse dando a ele tempo para pensar, até que ele perceba que você não se intimidou e nem vai “se entregar”.
  • O dilema das informações confidenciais: para este não há solução simples. Se nas perguntas sobre seu antigo emprego ou chefe você perceber que o entrevistador de fato parece esperar receber respostas objetivas sobre questões internas da empresa em que você atualmente trabalha ou recentemente trabalhou, você terá um dilema entre sua integridade e o seu interesse em agradar o entrevistador. E a integridade deve ganhar em qualquer situação, especialmente em uma entrevista de emprego. No máximo responda o que considerar como informação pública, mas nunca viole a confidencialidade das informações sensíveis da empresa – e responda, de forma clara e sem se alongar, que ir além do que você disse violaria seu compromisso de confidencialidade. Evite falar que violaria a ética, a não ser que você queira ofender o entrevistador, pois isso equivale a dizer que ele está sendo anti-ético. Note que em muitos casos, a pressão para que você revele segredos de outra companhia é um teste, e você passa apenas se resistir a ela.
  • O problema hipotético sem solução: Esta é uma questão comum em seleções de executivos: você recebe uma breve descrição de uma situação desafiadora e complexa, e a pergunta: como você resolveria esta situação? Note que dificilmente o problema é na sua área de conhecimento específico, e mesmo que seja, dificilmente você terá recebido dados suficientes para poder saber como começar, ou como garantir o sucesso. A não ser que isso ocorra no contexto de uma avaliação de criatividade, ou em uma dinâmica de grupo, sua melhor chance pode ser considerar que se trata de uma pegadinha clássica, e entender que o que você deve responder é como agiria para resolver o problema: levantaria tais e tais dados, consultaria tais e tais pessoas, contrataria este e aquele serviço, e então daria a ordem a tal e tal departamento. Caso contrário, se você simplesmente propuser uma solução sem nenhum dado para suportá-la, vai parecer que seu processo de tomada de decisão é bastante falho.

fonte: http://www.efetividade.net/2008/01/18/entrevista-de-emprego/#more-368

Anúncios

39 Respostas para “Entrevista de emprego: perguntas e como responder – parte 2

  1. fiz uma entrevista em uma empresa e me perguntaram como me comportaria perante uma situação de stress.

    qual seria a resposta correta?

  2. Olá Carlos,

    situação de stress, pressão no trabalho são constantes no cotidiano corporativo. Neste sentido, tenho procurado me basear em uma frase muito simples que diz que a pedra bruta precisa sofrer a pressão para se transformar em diamante. Assim, em minha opinião, a melhor resposta que você poderia dar a esta pergunta é que você procura se manter mais atento às atividades, prestando mais atenção aos detalhes para que a pressão não se transforme em erros, problemas no trabalho.
    Calma, paciência, determinação e a confiança de que com um passo de cada vez se vai longe, podem ajudar na realização de tarefas neste período.

    Espero ter ajudado. SUCESSO!

  3. Obrigado

  4. Gostaria que me respondessem uma coisa: Estou em processo seletivo para uma vaga de analista de projetos, aguardando a resposta da entrevista e ando muito ansiosa mesmo, pois me formei há um ano e ainda não consegui uma colocação no mercado. Me identifiquei muito com a vaga e gostaria muito de ser escolhida. Fui entrevistada por três pessoas ao mesmo tempo e em alguns momentos da entrevista senti muita cordialidade entre os três, como se a vaga fosse minha, chegaram até a dar exemplos: então você nesse cargo tem que agir assim vai fazer isso desse jeito, coisas desse tipo. No meio da entrevista eles chegaram até a me perguntar sobre disponibilidade para iniciar o trabalho, disse ser imediato, que tinha disponibilidade total. Isso é um ponto positivo da entrevista, ou não quer dizer nada?

  5. Outra coisa, na hora de me despedir, as duas entrevistadoras se despediram com beijinhos e não com aperto de mão, bem informal, e o rapaz com um aperto de mão e uma delas disse assim: gostei muito de te conhecer. Eu respondi, eu também, obrigada pela oportunidade. Bem posso considerar isso um ponto positivo ou não, foi apenas educação?

  6. Olá Mara,
    quanto a disponibilidade imediata para iniciar no novo cargo, penso que deixa a empresa contratante em uma posição confortável, afinal ela tem ciência de que se você for a pessoa certa, poderá contar com você rapidamente, desta forma penso que sim, este seria um ponto positivo. Mas vale lembrar, este ponto só será importante se você se destacar dos demais candidatos.

    Ainda, você considerar a informalidade como vantagem é normal e realmente deve valorizar este fato, afinal não é comum que entrevistadores e contratantes o façam em um processo de seleção. Porém, pode ser também uma forma habitual dos contratantes em lidar com estas situações para deixar os candidatos à vontade.

    Enfim, nestas situações o que vale mesmo é que você se valorize e exiba seus atributos profissionais de forma clara e objetiva, sem se esquecer de pesquisar sobre os interesses da empresa em que deseja ingressar e, assim, alinhá-los com os seus.

    espero ter ajudado, tenha um excelente semana, SUCESSO!

  7. Olá, obrigada pela sua atenção, sinceramente, achei que não responderia, isso mostra que você é diferenciado nesse meio, parabéns e obrigada.

    Bem acho que suas dicas foram bem certeiras, pois após alguns longos dias eles me ligaram e pediram para fazer o teste p.i. predictive-index, conhece?

    Bem gostaria de uma orientação sua também nesse caso, pois lá consta vários adjetivos onde temos que marcar de um lado da folha como as pessoa nos veem e de outro como realmente somos. Me responda sinceramente, não sei se vou ser chamada pois acho que dei uma mancada grande. Dentre vários adjetivos tinha o elegante, que se repetia dos dois lados da folha, pois bem, na parte onde temos que responder o que realmente somos, não marquei esse adjetivo, por interpretá-lo erroneamente acho, pois pensei nele somente como elegância de aparência, uso de salto alto, essas coisas, e não no sentido geral da palavra e como não sou assim, não uso salto alto direto, as vezes ando meio curvadinha, não marquei esse adjetivo nessa parte da folha, porém marquei do outro lado, onde é como as pessoas nos veem. Portanto fui sincera e acho que essa sinceridade me custou a vaga de emprego, pois depois que vim embora, fiquei pensando se havia agido certo, marcar elegante de um lado, como as pessoas nos veem e depois não marcar do outro, como realmente sou? Vai dar zebra com certeza, não acha? Ou não isso não é determinante, depende de outros fatores que desconheço? E o que acha desse teste, acha que através dele não se comete injustiças?

  8. Olá Mara,
    agradeço sinceramente os elogios e é muito gratificante saber que você retornou ao site, afinal quando algum visitante retorna é porque o que proporcionamos foi interessante.

    Sobre o predictive-index, eu não conhecia de nome, mas quando fui pesquisar o que era, vi que já havia feito este mesmo tipo de teste pela internet. Então, segue minha opinião sobre ele:
    Não penso que este é um teste injusto, afinal o que se pretende é tentar conhecer melhor o candidato, e nestes sentido, o P.I.(Predictive-index) visa definir características e potencialidades a respeito de um indivíduo. É claro que pode haver manipulação e falsas interpretações, afinal um ser humano representa e é muito mais do que simples palavras escolhidas em uma folha de papel.
    Porém, um conselho, procure refletir sobre suas qualidades e pontos fracos, a palavra aqui é auto-conhecimento, ou seja, você realmente está ciente de seus talentos, de seu potencial?
    Digo isso pois, quando estamos totalmente cientes de nosso potencial e valor, não temos nada a temer ou com que nos preocupar.

    Sobre sua dúvida quanto a resposta da elegância, penso que o caminho sempre é a honestidade e a sinceridade e, quando somos com nós mesmos é ainda melhor pois podemos colher os frutos desta atitude a curto prazo…
    E se por acaso você não ficar com a vaga, terás a certeza de que foi honesta com você, com seus principios, o que a fará ainda mais forte para as próximas oportunidades.

    espero ter ajudado, SUCESSO e excelentes dias…

  9. Olá de novo…..rsrsrs

    Bem quero lhe agradecer mais uma vez, por sua gentileza em me responder, obrigada.

    E gostaria de lhe dar uma boa notícia logo de primeira mão.

    Consegui o emprego!!! Eles me ligaram nesse momento, me dando a excelente notícia, começo em janeiro/09, serei analista de projeto, de um projeto da Cemig, chamado “Conviver”. Estou muito feliz, realmente Papai Noel caprichou esse ano, me realizou…rsrsrs.

    Acho que realmente o que pesou no teste foi minha sinceridade e você tem razão, tenho que me conhecer melhor, meus pontos fortes e fracos. Mas tudo isso que passei, valeu para meu crescimento pessoal e profissional, pois me formei recentemente (um ano) em Comunicação Social e andava muito ansiosa para ter uma oportunidade de trabalho, pois só tive como estudar em uma faculdade já mais velha e na minha área, mesmo tendo o perfil desejado acabava sempre perdendo para alguém mais jovem.

    Bom de qualquer forma queria te contar e agradecer pelos seus comentários gentis e certeiros, obrigada de coração……rsrsrs

    Tenha um excelente natal e um ano novo ótimo.

    Abraços e continue escrevendo seus artigos, tenho certeza que eles ajudam e ajudarão muita gente, assim como eu.

    Há só curiosidade, você é de BH/MG? Outra coisa se precisar de alguém para escrever artigos, pode contar comigo.

    Abraços e sucesso sempre.

  10. Olá!!!!

    Irei fazer um teste P.I…. E gostaria de saber como são as perguntas, alguns exemplos…. Sei o que ele analisa no final do teste, mas o que eu não sei e como são as perguntas… e vou ter escrever ou de assinalar….. se e sobre minha personlidade, essas coisas….

    Pode me ajudar???

    Desde ja, muito grata,

    Graziele Lobo

    • Olá Graziele,

      conforme comentário respondido acima, o Predictive-Index é um teste que visa através de termos, palavras ou situações testar, conhecer ou identificar o ser humano que está efetuando-o.
      O que gostaria de enfatizar é que não penso que o teste seja eficaz, porém ele pode nortear o entrevistador quanto a alguns traços do candidato. Assim estude bem o que a vaga pretende, identifique o que a empresa procura e seja o mais natural possível, afinal, se você não se encaixar no que eles precisam, com certeza também não seria feliz atuando nesta empresa. Assim, seja você mesma, aja com sinceridade e honestidade, e se esforce, estude, batalhe pela vaga, se entender que este é o local que lhe trará boas oportunidades para carreira.

      SUCESSO…

  11. Olá,

    Fiz o teste hoje e tirei algumas conclusões. O meu teste foi só de qualidades.

    1. Nas perguntas sobre as caracteristicas/qualidades que as pessoas querem ver em quem vai trabalhar no local, se referem as caracteristicas relacionadas com a atividade que você está se propondo a fazer.
    Ex. Se voce está fazendo o teste para ser porteiro, o que interessa para a empresa é se você é bem-educado, se você é atencioso, se você é gentil, etc. Ou seja, qualidades inerentes ao cargo. A empresa não quer saber se você é culto, se é audacioso, etc. Isso é para outro cargo.
    Existem qualidades que são comuns a todos. Por exemplo: bem-educado.
    A questão de ser culto é relativo neste caso. Vamos supor que ser culto é conhecer vários idiomas. Então é do interesse da empresa um porteiro bilingue.

    Logicamente a empresa sabe quais as qualidades que deseja de um funcionário. Então para que pedir para marcar? Seria para ver se a pessoa tem noção de como será seu ambiente de trabalho? Ou será para induzir ao erro na segunda parte?

    2. Na segunda parte , voce deve marcar quais as suas qualidades.
    Se você marcar todas que marcou na primeira parte, entendo que você está fora.
    Outro detalhe que vi foram pegadinhas. Parece que o teste está dividido em blocos de qualidades .
    Parece que existem duas qualidades semelhantes e duas opostas. Se voce marcar as duas semelhantes, ok.
    Se marcar uma oposta da outra, voce é suspeito de manipular o teste.
    Se marcar 2 semelhantes e 2 opostas voce está fora.
    Isto também acontece na primeira parte.

    Não sei se todos concordam, mas é o que pude observar em 15 ou 20 minutos.

    Estejam atentos.

  12. Vasconcelos, não havia encontrado um comentário como o seu em nenhum lugar, mas, aproximou-se de um pensamento que tive ao responder esse teste em uma multinacional.
    Acredito que a análise deve seguir esta linha de raciocinio lógico.
    No meu caso a vaga era para área comercial.
    Parabéns ao site…

  13. Bom dia,

    Fiz uma entrevista para um emprego e preenchi um teste predective index, o que esperam de mim e como realmente eu sou. Onde eu marcava com um x. sinceramente nunca tinha ouvido falar, sabe alguma coisa a respeito?

  14. Olá Jaqueline,
    tomei conhecimento do termo e da tecnica predictive index em dezembro de 2008, pois uma mensagem de uma leitora do blog, a Mara, me fez pesquisar sobre o assunto, caso tenha interesse, podes verificar o dialogo na epoca, mais acima neste mesmo post.
    Pois bem, tal teste visa mapear do candidato a uma vaga, se este tem o perfil ideal ou proximo disso, através de questionamentos, indagações. Nao pesquisei como funciona a interpretação das informações fornecidas, tampouco a forma como as relacionam, porém, minha sugestão é de que procure elencar suas qualidades e também seus pontos fracos, afim de se conhecer bem, se possivel, peça para alguem muito proximo lhe auxiliar, pois assim, quanto mais ciente de vossos predicados estiver, mais fácil será para apresentá-los e ou expressá-los de forma clara e concisa.

    Até mais… tenha um excelente dia!

  15. Boa tarde

    Sr. Leonardo
    Gostei de todas as suas respostas dadas aqui. Estou muito preocupada com o teste predictive index, fiz um hoje e nunca tinha visto isso e nem ouvido falar. Respondi os 2 lados iguais ex. o que as pessoas pensam de mim coloquei a mesma coisa sobre o que penso de mim mesma! Claro coisa legais e que se caracterizavam com meu perfil de cargo…
    vc vê algum problema nisso?
    Vi que acima um rapaz respondeu que quem responde igual os 2 lados deve estar fora… isso é eliminativo??

    Grata,

  16. Olá Jane,

    obrigado pela visita e prestigio, fico feliz em poder contribuir.
    Sobre utilizar as mesmas caracteristicas ao se avaliar ou informar como a avaliam, a questão é se foste verdadeira ao responder de tal forma, pois se for interpretado que voce de alguma forma, procurou manipular ou mesmo maquear seu perfil, ai sim, tal atitude pode ser um ponto negativo ou até mesmo, motivo para desqualificação.
    Mas como mencionei em outras respostas, ainda nao sei o quanto o resultado do PI pesa na decisão de uma vaga.

    Ainda, minha sugestão é que procure estar ciente de suas qualificações e seja sempre sincera e objetiva, ressaltando suas vantagens e expondo claramente todo seu potencial.

    no mais, boa sorte e sucesso!

  17. Sr. Leonardo

    Agradeço muito a sua resposta, realmente vc tem razão, a nossa primeira preocupação tem de ser cinsero, o mais é consequencia.
    Obrigada!

  18. Pingback: Os números de 2010… Obrigado à todos! | leomm02

  19. Oi Leonardo
    Só para exemplo para outros quando forem responder o tal P.I. ( pi ai).
    Quando entrevistado tive que responder a este teste, e, sem prestar atenção achei que era a mesmas pergunta e lasquei x em tudo igual, o resultado foi cataastróficos, apenas fique no cargo porque o Dona da empresa me conhecia antes e ele assumiu os riscos.

  20. gostei muito deste site ,me tirou todas duvidas sobre uma entrevista,garanto que vou sair bem em outras agora.

  21. Olá leomm02

    Parabéns pela atitude de disponibilizar informações muito importane para as pessoas que necessitam realmente se empregar e passar por essas barreiras que acredito que são necessária, porém não acho que mensure a capacidade de um profissional. Realmente o PI e uma ferramenta que depende muito da vaga disputada, onde o entrevistado deve realmente conhecer bem a vaga para ver se vc se enquanda dentro do perfil que a empresa necessita, e verdade que e muito difícil mas e sempre bom você procurar antes de ir para entrevista conhecer um pouco mais da empresas e do seu ambiente organizacional …. Obrigado por vc disponibiliza tais informações…

    Edkleuson Silva.

  22. Gostaria de algum conselho sobre como fazer uma redação, caso seja pedido. A área concorrida é jurídica. Sobre qual tema posso falar, caso o mesmo seja livre!!!! Obrigada pela atenção e a espera de uma breve resposta.

  23. Olá Adnaloi,

    penso que temas que possam expor ou comprovar sua capacidade de argumentação, persuasão e seu conhecimento serão a tônica para sua avaliação. Assim, discorra sobre algo polêmico, algo que lhe seja agradável falar, onde possas até se envolver emocionalmente, deixando bem claro seu ponto de vista. Ainda, estude a empresa, verifique se há algo em que ela possa lhe servir de tema, como alguma ação social, ou trabalho desenvolvido, sobre as visões e imagem da empresa, enfim, a idéia é além de se expor, mostrar que pode contribuir muito para com a nova organização, pois está inteirada sobre ela.
    Espero ter ajudado, sucesso na caminhada… e mesmo que não consiga esta vaga, dê valor ao caminho percorrido, pela experiência adquirida…

  24. Vou fazer 1 entrevista para o m’ dolnalti ~e tou morrendo de medo de ñ passar e falar besteira na frente nos entrevistadores sei q vou ficar nervosa e vai mer 1 braco na hora das perguntas oq eu fasso me ajude.

  25. Olá Yasmym,
    inicialmente muito obrigado pela visita e prestígio ao blog.
    Com relação ao medo, saiba que é bem comum tal sentimento, pois o ser humano quando sujeito a pressão tende a sentir insegurança e ansiedade com relação à sua capacidade ou ainda com relação a impressão que causará. Neste sentido, prepare-se para este momento, tentando conhecer bem a empresa em que pretende ingressar, trabalhar. Leia as ultimas noticias no site dela, procure noticias na internet ou também em jornais ou revistas.
    Uma segunda atitude seria procurar se conhecer melhor e tentar responder algumas questões como quais qualidades possuo, quais são meus pontos fracos, qual área ou conhecimento domino, etc. Se for o primeiro emprego, procure lembrar de trabalhos na escola que podem demonstrar sua capacidade de trabalho em equipe bem como seu comportamento perante a novas tarefas, desafios.
    Já na entrevista, ouça com atenção o entrevistador, mantenha a calma e tente responder apenas o que lhe for questionado. Se fizerem uma pergunta aberta no sentido de que você tenha que expor sua opinião, lembre-se do que você estudo sobre si mesma e, fale devagar porém com firmeza e certeza de estar falando daquilo que mais conhece, VOCÊ.
    Enfim, acalme-se e procure relaxar também até o momento, entenda que este é mais um passo que deve ser dado em direção ao caminho que pretende seguir. Assim, espero que você possa se sair bem na entrevista e se assim não ocorrer, lembre-se de que para chegar ao nosso destino, muitas vezes não conseguimos correr, mas o importante é continuar caminhando.
    Boa sorte e SUCESSO!

  26. Hj Farei um teste pi to ansiosa e n sei cmo vou ir…pelo o que eu li eu não posso marcar os dois lados iguais….vou ter de prestar mta atenção…

  27. Muito bom o artigo, meus parabéns…

  28. caraca sempre que vou a uma entrevista fico pensando nas pegadinhas e até consigo esquecer oque aprendi pesquisando por aqui que faço ? por ex; umas dela são perg; que te deixa nervoso,que vc acha de dirigir e cobrar ao msm tempo. nas x que fui honesto acabei sendo reprovado . podem me ajudar?. Carlos .

  29. Ola,boa noite.Queria muito sua ajuda .Fiz um curso de agente de portaria e terei que ir a uma entrevista,mas estou um pouco tensa,queria saber o que usar ,quais perguntas serao feitas ,..Me responda por favor.
    Desde ja ,agradeço .
    Aguardo resposta

  30. Olá Carlos,

    inicialmente, obrigado pela visita ao blog, espero poder contribuir ainda mais…
    com relação a sua duvida, nao entendi muito bem os tipos de pegadinhas que vc exemplificou, poderia explicar um pouco mais sobre o que já ocorreu com você?

  31. Olá Talita,
    inicialmente obrigado pela visita e prestigio ao blog.
    Sobre o que usar, entendendo que sua dúvida seria sobre a vestimenta para ocasião, penso que você deva se vestir para causar a boa impressão que sua profissão exige, ou seja, como agente de portaria, você deve se apresentar de forma séria, sóbria, transmitindo segurança e firmeza aqueles que a vêem. Assim, utilize uma roupa mais formal, social e penso que estará bem para a entrevista. Para mais detalhes lhe indico também pesquisar no google pelo tema o que vestir em uma entrevista de emprego, você encontrará muitas informações interessantes.

    Com relação a quais perguntas serão feitas neste processo de seleção, penso que você deve se preparar para responder porque deseja trabalhar nesta empresa, neste cargo, quais foram suas ultimas experiencias, como você se define, como você reagiu em um momento de estresse, etc. Aquém as indagações a serem efetuadas pelo seu entrevistador, sugiro que você procure se autoconhecer, ou seja, enumere seus pontos fortes, saiba onde tem que melhorar, estude a empresa onde deseja ingressar, busque informações sobre pessoas que trabalham lá, tente falar com elas sobre como a empresa funciona, quais atributos eles valorizam, etc.
    Enfim, sabendo bem sobre quem você é e também conhecendo o local que pretende trabalhar, fará com que saiba se expressar da melhor forma possível diante de seu interlocutor, sendo que este deseja descobrir se você tem o perfil que eles procuram.

    Boa Sorte… e SUCESSO!

  32. Nossa ! Valeu por ter respondido.
    Entao Leomm ,o que acontece é que eu nunca participei de uma entrevista de emprego ,fiz o curso na area de portaria ,porque um amigo falou a respeito e eu me interessei ,mas a minha insegurança (e nao medo )é o que falar ,como responder adequadamente as perguntas, se vier uma pergunta e eu nao saber o que responder. Ate o momento tou me mantendo calma ,quero ver na hora rs.
    Em relaçao ao que vestir (me de sua opiniao),tava pensando em ir com uma camisa social num tom neutro, uma calça jeans preta e um calçado baixo preto.

  33. Leomm,e se me fizerem a seguinte pergunta,depois de terem feito varias : Tem alguma pergunta que vc queira me fazer ?… o que eu devo fazer ou perguntar.

  34. Olá Talita,
    com relação a vestimenta proposta, penso que está adequado.

    Sobre o que perguntar, se lhe permitirem tal espaço, entendo que o importante para você é saber quais as expectativas para o cargo, quais os objetivos para a vaga, assim, pergunte o que se espera do novo funcionário, como poderia contribuir mais com a nova função, etc. Em resumo, procure obter informações sobre o perfil ideal para que se prepare para não só atender mas superar tais expectativas.

    SUCESSO… fique com DEUS!

  35. Bom dia, preciso de sua ajuda em esclarecer o que deixei de responder em minha entrevista.
    Recentemente foi entrevistado por um Diretor da empresa em que fui selecionado e o mesmo falou para meu gestor que não o impressionei, mas no entanto meu Gerente deu o aval do potencial que tenho.
    A pergunta é qual a melhor forma de impressionar em um entrevista?

  36. Jó,
    Penso que para impressionar, você deve antes se preparar bem para a oportunidade pretendida, estudando a empresa, sua filosofia, imagem no mercado, tentar obter informações sobre a cultura desta com os funcionários para saber se você se identifica com esta e, assim, possa correlacionar bem tais dados com sua experiencia e expertise.
    Mesmo assim, cabe salientar que essa impressão depende muito da expectativa criada pela empresa e pelas pessoas que serão responsáveis por selecionar e definir quem será o novo escolhido.
    Assim, tenha em mente que mesmo tendo feito bem sua lição de casa, não terás a garantia de que será o suficiente, pois dependes que o outro reconheça todo este seu esforço.
    Agora que procurei lhe munir de algumas informações sobre a possível realidade da situação, tentarei lhe auxiliar objetivamente sobre quais atitudes, atributos ou comportamentos que podem fazer a diferença dentro de um processo de seleção.
    Seja sincero e honesto sobre tudo o que lhe for respondido, até mesmo se for questionado o porque de uma demissão, porém não seja pessimista e apresente sempre o lado positivo de tal situação para sua vida, ou seja, podes dizer: “aquela demissão fez com que eu enxergasse que precisava melhorar certas características para poder crescer e assim o fiz e, hoje me sinto mais preparado para um novo desafio, inclusive fiz cursos disto, disto, etc.”
    Em dinâmicas de grupo ou mesmo sozinho, não se limite ou retraia, tenha iniciativa, senso de humor, saiba ouvir, fale calmamente porém com objetividade e firmeza na voz. Cite exemplos de trabalhos ou projetos que comprovem sua experiencia em determinada área e, expresse-se com entusiasmo, transmitindo energia e amor pelo que fez.
    Enfim, aja com proativismo e assertividade e estude muito a empresa e tente fazer um paralelo sobre como você pode agregar valor a ela.
    No mais, espero ter ajudado… Boa sorte e SUCESSO!

  37. Regina Soares brito

    Olá, uma empresa me ligou pela manhã a respeito de uma vaga, me falou sobre o salário e o horário, perguntou se eu tinha interesse e eu disse sim, ai ela me disse que iria me enviar um questionário, pra mim responder e enviar e ela enviaria ao chefe dela. O questionário era o The Predect index acho que é esse o nome (PI), a pergunta é, eu posso ser eliminada por este teste?

    • Boa noite Regina,

      sobre sua duvida, como podes observar em comentarios acima, o teste predictive-index [PI] pretende é tentar conhecer melhor o candidato, e nestes sentido usando tecnicas em que visa definir características e potencialidades a respeito de um indivíduo.

      Ainda, pode haver mal entendido e falsas interpretações, afinal um ser humano representa e é muito mais do que simples palavras escolhidas em uma folha de papel.

      No entanto, para tentar passar bem por esta etapa, procure refletir sobre suas qualidades e pontos fracos, a palavra aqui é auto-conhecimento, ou seja, você realmente está ciente de seus talentos, de seu valor e potencial?

      Lembre-se tambem que seja sempre sincero, afinal, não adianta tentar responder algo na tentativa de agradar mas se esta resposta nao condizer com suas atitudes, seu perfil e principios, então em breve a situação ficara insustentavel e voce tende a se frustrar ou ainda, a empresa pode se decepcionar com você, culminando em um encerramento da relação empregaticia.

      no mais, boa Sorte e obrigado pela visita.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s