Seja flexivel sem perder a raiz

Seja flexível, mas não abra mão de cumprir os seus compromissos;

Seja flexível, mas não relativize o absoluto para amenizar as suas falhas;

Seja flexível, mas não perca o foco;

Seja flexível e até mude de idéia, mas não se venda, deixando os seus valores de lado;

Seja flexível, mas não abandone a sua identidade para ser aceito;Em outras palavras, seja flexível sempre, mas seja radical.Flexível, porém radical? Flexível não seria o oposto de radical? Seria isso possível?A palavra radical geralmente é empregada ou compreendida pela maioria das pessoas como um defeito, um fanatismo ou até mesmo como um comportamento irracional.

Mas a palavra “radical” vem do latin: radix, -icis, raiz + -al. Ou seja, o seu significado está relacionado a “raiz”. O fraco, a famosa Maria vai com as outras, é aquele indivíduo que não tem raiz e que diante da pressão, logo desiste de sua posição. Numa hora ele bate no peito com a maior convicção do mundo e no outro instante, aquela certeza inabalável se transforma num amontoado de justificativas.

Todas as pessoas vitoriosas tem raízes profundas a respeito de seus objetivos e aonde querem chegar, ou seja, são radicais. Não negociam os seus valores e são capazes de lutar por seus ideais e em alguns casos, capazes de morrer por eles. A história é repleta de casos assim, como por exemplo Tiradentes, Willian Wallace, Joana d’Arc, dentre muitos outros… A convicção desses homens e mulheres inspiraram multidões e suas raízes os fizeram permanecer fortes e inabaláveis quando pressionados. Seus exemplos falam alto e de forma eloquente até os dias de hoje.

Falarmos de raiz, valores ou convicções pelas quais fôssemos capazes de dedicarmos a nossa vida nos dias de hoje, infelizmente está caindo em desuso, pois vivemos num tempo em que ter personalidade ou ser original tornou-se objeto de desejo perseguido por muitos jovens em busca de autoafirmação e em muitos casos, sinônimo de uma originalidade barata, movida a rebeldia pra estampar capa de CD de artista que foi tão revolucionário que morreu de overdose, deixando todo os seus seguidores falando sozinho. O tipo de originalidade e de raiz que estou falando não faz parte das modinhas. Falo de raízes presentes nas biografias dos maiores pensadores e revolucionários da história da humanidade.

O mundo que conhecemos foi construído por esses idealistas radicais e é habitado por muitos que, infelizmente, flexibilizaram os seus valores e por isso passam pela vida sem construir algo significativo para as próximas gerações.

Por isso, seja flexível, mas não abra mão de suas raízes, lute por seus ideais, ainda que isso lhe custe nadar contra a correnteza e seguir na direção contrária da boiada. Seja radical, chegue muito mais longe e deixe um legado para humanidade.

EXCELENTE SEMANA A TODOS!

fonte: facebook.com/canalgeracaodevalor
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s