Muitos anos sem ver sua obra de um segundo

Sempre a noite andava a caminhar pela longa extensão da praia, cumprindo as recomendações de meu médico. Entre outras figuras, lindas ou não; que encontrava, tinha uma em especial. Às vezes andava mais cedo outras mais tarde, e assim quase nunca encontrava “esta figura” na mesma situação. Era um senhor aparentando seus 70 anos que toda noite com a maré baixa iniciava a construção de um castelo de areia. No longo do trajeto eu passava por ele duas vezes cada noite e ele sempre estava lá. Olhava para mim e eu para ele e dizíamos um oi – por mais frio que fosse. Quando comecei a prestar atenção em sua obra, percebi que, todas as vezes seu castelo tinha um pequeno detalhe que diferenciava do da noite anterior. Notei que do seu lado também tinha três ou quatro baldes de tinta. Isto foi me deixando preocupado e comecei a variar de horário; as vezes passando mais tarde, para entender aquele senhor. Uma noite sentei-me na areia ao seu lado para conversar mas notei que ele estava tão absorvido com sua obra e assim não era de muita conversa.

Percebi que estava muito claro que ele era um senhor muito amável e deixava transparecer que tinha um sonho por realizar. Em conversa com outros caminhantes fiquei sabendo que ele fazia isto há muitos anos e quase todas as noites.

Certa noite; já no inicio da madrugada, fui andar para ver se ele estava lá ainda. Estava sim; e seu castelo desta noite já tinha tomado forma. Passei ao seu lado e ele me olhou com ar de meio estranho, por ter passado altas horas da noite e disse um oi meio angustiado. Deixou transparecer que ficou preocupado por me ver tarde da noite. Outra noite; passei ainda mais tarde, e nesta hora ele estava todo lambuzado de tinta, com duas ou três latas abertas enquanto cuidadosamente pintava seu castelo. Era uma obra de arte, digna de um Dalí, Van Gogh ou Monet.

Fui obrigado a ser teimoso comecei a perguntar porque ele fazia toda a noite aquela obra maravilhosa para ser tragada pela manhã quando uma onda alta vinha nada deixando de sua obra. Ele me olhou, e com ar de quem queria confiar-me um grande segredo, começou a falar.

Eu tive um sonho que um dia teria um quadro projetado em uma tela bem grande, de cinco metros por cinco – ainda que por pouco tempo, mas que sua imagem ficaria eternizada. Quero realizar este meu sonho que dizia que eu devia fazer um castelo todo colorido nesta praia e assim teria o sonho realizado.

Já faz muitos anos que faço estes castelos e até hoje não pude ver meu castelo em um grande painel. Era tarde da noite e me retirei para dormir. Após uns meses de tanto pensar naquele senhor e seus castelos resolvi um dia ir de manhã assistir já com sol, a onda tragando seu Castelo. Ao me aproximar notei que ele olhava atentamente para o castelo enquanto se formava uma onda alta e se aproximava para tragar seu castelo. Estremeci e fique sem voz ao ver o reflexo de seu castelo sendo projetado na onda que se aproximava. Pasmo; pela beleza de seu castelo sobre os contornos vivos da onda que tomava forma divina; não percebi que o senhor, outra vez, decepcionado juntou as latas e se retirou.

Outra manhã; fui cedo pensando em mostrar a ele, que há muitos anos ele realizava seu sonho. Feliz cheguei a praia; e para minha surpresa ele e seu castelo não estavam lá.

Por longos anos; procuro aquele senhor em todos os lugares para levar ele a fazer seu castelo e ver, como em seu sonhos o grande quadro que a muitos anos são projetados em um dos mais lindo painéis da terra – e não encontrei.

Moral da estória: Muitas vezes precisamos deixar que outros vejam nossa obra para que possam – mostrá-la para nós.

fonte: http://www.contandohistorias.com.br/historias/2006285.php

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s