Arquivo da tag: esforço

Quase ninguém liga para o seu esforço. As empresas querem é resultado

Outro dia, em uma palestra sobre educação realizada na escola da minha filha, um psicólogo disse algo interessante: “Somente seus pais vão te reconhecer pelo seu esforço”. Aquilo me intrigou. Será que só teremos esse diagnóstico no campo afetivo? E nas empresas onde passamos mais da metade do nosso dia, como fica o nosso empenho?

A resposta é… não fica. Esforçar-se é uma parte do caminho. Um componente importante da trajetória para o sucesso, mas ainda sim um componente.

O que nos torna necessários no mundo corporativo chama-se resultado. Foi assim quando estive do outro lado da mesa, como colaborador dos jornais e emissoras de rádio pelos quais passei, e tem sido assim ao gerir a minha própria agência. Não somos contratados porque somos dedicados, mas

https://www.linkedin.com/pulse/quase-ninguém-liga-para-o-seu-esforço-empresas-querem-marc-tawil

Anúncios

O que o fundador da Amil pode nos ensinar sobre vencer a pobreza e se tornar bilionário

O que você faria se recebesse um cheque de 1 bilhão de dólares agora?

Iria à praia, colocaria os pés pra cima e viajaria o mundo?

Se a resposta for: “com 1 bilhão de dólares no bolso, eu nunca mais trabalharia!”, desculpe, mas desista de se tornar bilionário.

Se você não sente prazer nos esforços do dia a dia e conta as horas para a chegada do fim de semana, é melhor rever sua atividade profissional, pois…

leia mais em http://insistimento.com.br/edson-bueno/

Basta se esforçar que você chega lá

Privilégios sociais às vezes são difíceis de reconhecer, especialmente se é você que desfruta deles.

Sem dedos apontados aqui, eu mesmo expresso falas que são pura cegueira e falta de empatia.

A verdade é que, se você não tem algum parâmetro para fazer uma comparação mais acurada, acaba achando que a sua vida é o padrão, ou que o que você possui, a forma como é impulsionado pelas pessoas, como é aceito ou rejeitado nos grupos sociais, é apenas fruto de talento e esforço.

Afinal, se você conseguiu, todo mundo…

leia mais em http://www.papodehomem.com.br/basta-se-esforcar-que-voce-chega-la

A Lição da Borboleta

Um dia, uma pequena abertura apareceu em um casulo; um homem sentou e observou a borboleta por várias horas, conforme ela se esforcava para fazer com que seu corpo passasse através daquele pequeno buraco.

Então pareceu que ela havia parado de fazer qualquer progresso.

Parecia que ela tinha ido o mais longe que podia, e não conseguia ir mais.

Então o homem decidiu ajudar a borboleta : ele pegou uma tesoura e cortou o restante do casulo.

A borboleta então saiu facilmente.

Mas seu corpo estava murcho, era pequeno e tinha as asas amassadas.

O homem continuou a observar a borboleta porque ele esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e esticassem para serem capazes de suportar o corpo que iria se afirmar a tempo.

Nada aconteceu !

Na verdade, a borboleta passou o resto da sua vida rastejando com um corpo murcho e asas encolhidas.

Ela nunca foi capaz de voar.

O que o homem, em sua gentileza e vontade de ajudar não compreendia, era que o casulo apertado e o esforço necessario a borboleta para passar atraves da pequena abertura era o modo com que Deus fazia com que o fluido do corpo da borboleta fosse para as suas asas, de modo que ela estaria pronta para voar uma vez que estivesse livre do casulo.

Algumas vezes, o esforco é justamente o que precisamos em nossa vida.

Se Deus nos permitisse passar atraves de nossas vidas sem quaisquer obstaculos, ele nos deixaria aleijados.

Nós não iriamos ser tão fortes como poderiamos ter sido.

Eu pedi Força………………… e recebi Dificuldades para me fazer forte.

Eu pedi Sabedoria…………………….. e recebi Problemas para resolver.

Eu pedi Prosperidade… e recebi Cerebro e Musculos para trabalhar.

Eu pedi Coragem……………………………… e recebi Perigo para superar.

Eu pedi Amor………….. e recebi pessoas com Problemas para ajudar.

Eu pedi Favores……………………………………….. e recebi Oportunidades.

Eu não recebi nada do que pedi…………………. Mas eu recebi tudo de que precisava.

fonte: http://www.contandohistorias.com.br/historias/2004379.php