Arquivo da tag: finanças

5 algemas mentais que o impedem de ganhar dinheiro

Um recente estudo publicado no mês passado pela Serasa revelou que a classe média movimenta 58% do crédito e injeta R$ 1 trilhão na economia todos os anos se tornando o principal público consumidor do país adquirindo tanto bens individuais (viagens, notebooks, tablets, smartphones) como bens familiares (móveis, eletrodomésticos, carros, imóveis).

Estima-se que em 2033 apenas 9% dos brasileiros pertencerão à classe baixa contra os 24% atuais, fazendo o número de brasileiros na classe média aumentar de 54% para 58% e de 22% para 33% na classe alta.

Apesar dos belos números, ficam…

leia mais em http://insistimento.com.br/5-algemas-da-classe-media

Anúncios

Como usar o dinheiro para “comprar felicidade”

A escritora Elizabeth Dunn, professora de Psicologia na University of British Columbia, no Canadá, e Michael Norton, palestrante da área de marketing na Harvard Business School, nos Estados Unidos, escreveram o livro “Happy money: the science of smarter spending” (em tradução livre “Dinheiro feliz: a ciência de como gastar melhor”…

A relação entre dinheiro e felicidade tem sido contestada ao redor do mundo. Uma pesquisa britânica concluiu que amigos trazem mais felicidade do que dinheiro. Especialistas em economia comportamental dizem que…

leia mais em http://dinheirama.com/blog/2013/09/10/como-usar-dinheiro-para-comprar-felicidade/

Por que guardar dinheiro? Foco na qualidade de vida e liberdade

De uns tempos para cá, a mídia brasileira começou a veicular notícias e reportagens sobre finanças pessoais como nunca antes se viu. Esse fato tem aumentado o interesse de muitas pessoas em buscar informações sobre como administrar seu próprio dinheiro. Com o fácil acesso à Internet, começam uma busca desenfreada sobre…

leia mais em http://dinheirama.com/blog/2011/07/29/por-que-guardar-dinheiro-foco-na-qualidade-de-vida-e-liberdade/

Medindo as riquezas do ser humano!!!

Tenho a intenção de processar a revista “Fortune”, porque fui vítima de uma omissão inexplicável. Ela publicou uma lista dos homens mais ricos do mundo, e nesta lista eu não apareço. Aparecem: o sultão de Brunei, os herdeiros de Sam Walton e Mori Takichiro.

Incluem personalidades como a rainha Elizabeth da Inglaterra, Niarkos Stavros, e os mexicanos Carlos Slim e Emilio Azcarraga.

Mas eu não sou mencionado na revista. E eu sou um homem rico, imensamente rico. Como não? vou mostrar a vocês:

Eu tenho vida, que eu recebi não sei porquê, e saúde, que conservo não sei como.

Eu tenho uma família, esposa adorável, que ao me entregar sua vida me deu o melhor para a minha; filhos maravilhosos, dos quais só recebi felicidades; e netos com os quais pratico uma nova e boa paternidade.

Eu tenho irmãos que são como meus amigos, e amigos que são como meus irmãos.

Tenho pessoas que sinceramente me amam, apesar dos meus defeitos, e a quem amo apesar dos meus defeitos.

Tenho quatro leitores a cada dia para agradecer-lhes porque eles lêem o que eu mal escrevo.

Eu tenho uma casa, e nela muitos livros (minha esposa iria dizer que tenho muitos livros e entre eles uma casa). Eu tenho um pouco do mundo na forma de um jardim, que todo ano me dá maçãs e que iria reduzir ainda mais a presença de Adão e Eva no Paraíso. Eu tenho um cachorro que não vai dormir até que eu chegue, e que me recebe como se eu fosse o dono dos céus e da terra.

Eu tenho olhos que vêem e ouvidos para ouvir, pés para andar e mãos que acariciam; cérebro que pensa coisas que já ocorreram a outros, mas que para mim não haviam ocorrido nunca.

Eu sou a herança comum dos homens: alegrias para apreciá-las e compaixão para irmanar-me aos irmãos que estão sofrendo.

E eu tenho fé em Deus que vale para mim amor infinito.

Pode haver riquezas maiores do que a minha?

Por que, então, a revista “Fortune” não me colocou na lista dos homens mais ricos do planeta? ”

E você, como se considera? Rico ou pobre?

Há pessoas pobres, mas tão pobres, que a única coisa que possuem é … DINHEIRO.

fonte: http://www.contandohistorias.com.br/historias/2006618.php

Como lidar com a felicidade nas decisões financeiras?

Nem sempre a matemática é o melhor caminho para uma decisão financeira. Lidar com as emoções é sempre um desafio nas decisões que envolvem dinheiro. Se os cálculos nos mostram que para atingir aquele objetivo tão sonhado sem contrair dívidas serão necessários vários anos, o que devemos fazer?

Será que devemos desistir de adquirir o tão sonhado objeto de consumo? Devemos nos sacrificar durante vários meses até conquistá-lo? Ou será que devemos nos endividar sem pensar no futuro? Calma, existem soluções para lidar com…

leia mais em http://www.investpedia.com.br//artigo/Como+lidar+com+a+felicidade+nas+decisoes+financeiras.aspx

Encha sua carteira

“Quem cuida bem sempre tem.” Essa máxima deve ser levada ao pé da letra quando se trata de dinheiro – independentemente da quantia em questão. A razão é simples. As mesmas regras que funcionam para fechar negócios bilionários podem ajudar você a construir uma aposentadoria bem confortável. Quem tem dinheiro no banco, em ações ou debaixo do colchão tem porque adotou algumas regras. E essas regras podem definir a diferença entre viver em uma cobertura ou em um abrigo. Em um mundo perfeito, esses hábitos devem ser adotados aos 20 anos de idade e mantidos até o fim da vida – quando, espera-se, você estiver rico. A boa notícia é que, mesmo começando na casa dos 30 ou 40, você também pode se aposentar com estilo. O único ponto é que…

leia mais em http://menshealth.abril.com.br/cabeca-de-homem/especial-independencia/encha-sua-carteira-2/

Consciência financeira começa cedo

Bom dia!

uma rápida reflexão sobre Consciência financeira