Arquivo da tag: paciência

Não apresse o tempo das coisas acontecerem

á era tarde e ele acabara de entrar na sala e no lado oposto da porta ela conversava distraidamente com uma amiga.

O olhar de um cruzou com o do outro e nada mais.

Ele se sentou, ainda ofegante por causa da longa caminhada até ali e pediu uma bebida ao garçom.

Na mesa onde ela estava, dois copos meio cheios de cerveja, celulares e uma bolsa.

Mais um olhar e o garçom trouxe a bebida.

Assim foi a primeira noite dele encontrando ela e…

leia mais em http://insistimento.com.br/nao-apresse-o-tempo/

Anúncios

10 itens que precisamos mais

Compartilho com vocês itens, que li em um artigo em inglês,  os quais podem nos auxiliar na busca do equilíbrio, do viver bem e melhor conosco e em sociedade…

Mais amor
Eduquemos nossos corações e distribuamos o amor por onde formos ou estivermos.

Buscar mais paixões
Reflita sobre o que gosta, sobre o que o faz ser feliz… e busque dia a dia alcançar tais objetivos.

Mais tempo com família e amigos
O caminho da vida é longo, estudar, trabalhar, comprar uma casa, casar… enfim, busque estar em família e com bons amigos para que este caminho faça ainda mais sentido, são eles que sempre fazem a diferença nos momentos de necessidade.

Mais paciência
Todos erram, se equivocam. Mais importante, NÓS erramos e precisamos compreender e relevar, assim como precisamos ser compreendidos. Não julgue ou critique em demasia, sem critério ou de forma áspera. Paciência para falar, onde palavra é de prata, silêncio é de ouro.

Mais respeito
Nossa opinião não é a única no mundo e não somos a verdade. Antes de criticar ou negar algo, ouça com calma e respeito a todos, a todas idéias, tente entender ou conhecer as razoes de um pensamento e se não concordar, debata a idéia e nunca o ser humano que a divulgou.

Mais arte
Faça, crie, desenhe, rabisque, projete. Saia do lugar comum, do mais fácil ou cômodo, reivente-se e explore novas possibilidades.

Mais aprendizado
A vida é mais excitante quando se está aprendendo ou adquirindo mais informações, descobrindo algo novo.

Mais descanso
Projetos, idéias, transito caótico, pressão, enfim… é tanta correria que não temos tempo para recarregar nossa estrutura, nosso corpo que é limitado de recursos físicos, necessita descansar para se restaurar, revigorar. Lembre-se disso.

Mais ferramentas úteis
Ferramentas são úteis pois podem nos poupar tempo, nos permitir mais momentos em familia, com amigos, novos projetos, enfim. Faça bom uso de ferramentas no sentido de lhe adicionar valor a vida.

fonte: http://www.lifehack.org/articles/lifestyle/10-things-need-more.html

Vá na direção dos seus objetivos e deixe o tempo se encarregar de levá-lo até lá

Às vezes somos tão distraídos em relação a vida que nos esquecemos das coisas mais básicas. Nos esquecemos da lei da ação e reação, da lei do equilíbrio e até mesmo da lei da gravidade. Na última semana lembrei de algo que eu ainda não havia percebido. Ou melhor, havia percebido, mas ainda não tinha feito uma anotação sobre. Viajando de carro de Curitiba para o Rio de Janeiro, minha cidade natal, me dei conta de que habitamos um mundo regido pelas leis do espaço e do tempo e que estas leis, por mais que fiquemos parados no mesmo lugar, estão presentes na…

leia mais em http://www.insistimento.com.br/empreendedorismo/auto-ajuda/va-na-direcao-dos-seus-objetivos-e-deixe-o-tempo-se-encarregar-de-leva-lo-ate-la/

Você é intolerante?

Confesso que um dos meus defeitos é o meu baixo grau de tolerância com pessoas não cooperativas, de raciocínio curto e que buscam argumentos os mais estapafúrdios para evitar responsabilidades.

É lógico e factual que lidamos com profissionais de todos os níveis de prontidão, estilos e comportamentos e  que saber lidar com esta diversidade é uma arte de relacionamento.

Conviver com comportamentos…

leia mais em http://wwwrelacionamentocomclientes.blogspot.com.br/2013/02/voce-e-intolerante.html

Vá com calma para ter melhores resultados

Verdade ou mentira, Histórias de pescador ganham fama e circulam rápido. No marketing digital e na web existem muitos “especialistas” contando histórias para ganhar clientes e vender possíveis soluções completas.

Portanto muito cuidado ao contatar serviços que prometem milagres da noite para o dia em vendas, promoção ou marketing.

Se temos algo de verdade a aprender com os…

leia mais em http://webinsider.uol.com.br/2013/01/02/va-com-calma-para-ter-melhores-resultados

Deixe a Raiva Secar!

Mariana ficou toda feliz porque ganhou de presente um joguinho de chá, todo azulzinho, com bolinhas amarelas.

No dia seguinte, Júlia sua amiguinha, veio bem cedo convidá-la para brincar.

Mariana não podia, pois iria sair com sua mãe naquela manhã.

Júlia então, pediu a coleguinha que lhe emprestasse o seu conjuntinho de chá para que ela pudesse brincar sozinha na garagem do prédio.

Mariana não queria emprestar, mas, com a insistência da amiga, resolveu ceder, fazendo questão de demonstrar todo o seu ciúme por aquele brinquedo tão especial.

Ao regressar do passeio, Mariana ficou chocada ao ver o seu conjuntinho de chá jogado no chão.

Faltavam algumas xícaras e a bandejinha estava toda quebrada.

Chorando e muito nervosa, Mariana desabafou :

Está vendo, mamãe, o que a Júlia fez comigo ?

Emprestei o meu brinquedo, ela estragou tudo e ainda deixou jogado no chão.

Totalmente descontrolada, Mariana queria, porque queria, ir ao apartamento de Júlia pedir explicações.

Mas a mãe, com muito carinho ponderou :

Filhinha, lembra daquele dia quando você saiu com seu vestido novo todo branquinho e um carro, passando, jogou lama em sua roupa ?

Ao chegar em casa você queria lavar imediatamente aquela sujeira, mas a vovó não deixou.

Você lembra o que a vovó falou ?

Ela falou que era para deixar o barro secar primeiro.

Depois ficava mais fácil limpar.

Pois é, minha filha, com a raiva é a mesma coisa.

Deixa a raiva secar primeiro.

Depois fica bem mais fácil resolver tudo.

Mariana não entendeu muito bem, mas resolveu seguir o conselho da mãe e foi para a sala ver televisão.

Logo depois alguém tocou a campainha.

Era Júlia, toda sem graça, com um embrulho na mão.

Sem que houvesse tempo para qualquer pergunta, ela foi falando :

Mariana, sabe aquele menino mau da outra rua que fica correndo atrás da gente ?

Ele veio querendo brincar comigo e eu não deixei.

Aí ele ficou bravo e estragou o brinquedo que você havia me emprestado.

Quando eu contei para a mamãe ela ficou preocupada e foi correndo comprar outro brinquedo igualzinho para você.

Espero que voce não fique com raiva de mim. Não foi minha culpa.

Não tem problema, disse Mariana, minha raiva já secou.

E dando um forte abraço em sua amiga, tomou-a pela mão e levou-a para o quarto para contar a história do vestido novo que havia sujado de barro.

Nunca tome qualquer atitude com raiva.

A raiva nos cega e impede que vejamos as coisas como elas realmente são.

Assim você evitará cometer injustiças e ganhará o respeito dos demais pela sua posição ponderada e correta diante de uma situação difícil.

Lembre-se sempre : Deixe a raiva secar !

fonte: http://www.contandohistorias.com.br/historias/2004444.php

COMO LIDAR COM PESSOAS DIFÍCEIS

Uma jovem mulher, Yun Ok, foi até o célebre monge da montanha.

– Ó respeitável sábio – disse ela. – Estou em dificuldades! Faça-me uma poção.

– Tudo bem – disse o sábio. – Qual é sua história?

– É meu marido. Nos últimos anos, ele esteve ausente, lutando numa guerra. Agora que voltou, quase não fala comigo. Se falo, ele parece não ouvir. Quando abre a boca para falar, é rude e zangado. Se lhe sirvo comida, ele não gosta; empurra o prato para o lado e sai da mesa raivoso. Preciso de uma poção para que ele volte a ser amoroso e carinhoso!

O sábio respondeu:
– Tenho a receita. Mas o ingrediente essencial é o bigode de um tigre vivo.

– O bigode de um tigre vivo! – disse a moça. – Como vou conseguir isso?

– Se a poção for realmente importante para você, então você terá êxito – respondeu o monge.

A moça foi para casa. Naquela noite, enquanto o marido dormia, saiu furtivamente com uma tigela de arroz e um naco de carne. Chegou a uma prudente distância da caverna de um tigre, estendeu a comida e o chamou para comer. O tigre não veio. Na noite seguinte, fez a mesma coisa, desta vez mais perto da caverna. De novo, nada aconteceu. Todas as noites ela ia à caverna, cada vez se aproximando mais. Pouco a pouco o tigre acostumou-se com ela. Certa noite, chegou a uma distância da qual se poderia atirar uma pedra na caverna e parou. A moça e o tigre fitaram-se sob a luz da lua. Na noite seguinte, ela se aproximou ainda mais, a ponto de estar tão próxima que poderia falar com o tigre com uma voz muito suave. Pouco depois, o tigre comeu a comida oferecida.

Na outra noite, o tigre a esperava. Depois que ele comeu, ela passou a mão sobre sua cabeça, e ele começou a ronronar. Seis meses haviam se passado desde a noite da primeira visita. Finalmente, depois de tê-lo acariciado na cabeça, ela disse: “Ó generoso Tigre, preciso de um de seus bigodes. Por favor, não se zangue comigo!”. E ela cortou um dos bigodes. O tigre não se zangou, e a lambeu. Ela correu em disparada pela trilha, com o bigode nas mãos. Exultante, chegou à caverna do eremita: “Ó grande sábio, consegui o bigode do tigre! Agora você pode fazer a poção mágica!”. O sábio examinou o bigode cuidadosamente, satisfeito porque era mesmo de tigre, e jogou-o na fogueira.

– O que você fez? – gritou a moça. – Depois de todo o esforço que eu fiz para pegar o bigode!

– Conte-me como você o conseguiu – disse o sábio.

– Todas as noites, eu ia à caverna do tigre com uma tigela de comida, para ganhar sua confiança. Falava docemente com ele, para fazê-lo compreender que só queria seu bem. Fui paciente. Cada noite, levava comida sabendo que ele não a comeria. Mas não desisti. Nunca falei asperamente, nem o censurei. Finalmente, numa noite, ele andou alguns passos em minha direção. Nas noites seguintes, ele já estava me esperando na trilha e comia da tigela. Passei a mão em sua cabeça e ele começou a ronronar. Foi aí que consegui cortar o bigode dele.

– Você domesticou o tigre com sua persistência e seu amor – disse o sábio.

– Mas você jogou o bigode do tigre no fogo! Foi tudo a troco de nada! – lamentou-se ela.

– Não, não foi tudo a troco de nada. Você não precisa mais do bigode. Será que seu marido é mais feroz que um tigre? Será que ele é menos sensível ao carinho e à compreensão? Se você é capaz de ganhar a confiança de um animal selvagem e sedento de sangue com suavidade e paciência, certamente poderá fazer o mesmo com seu marido!

Yun Ok permaneceu emudecida por alguns momentos. Então voltou pela trilha, refletindo sobre a grande verdade que havia aprendido do sábio da montanha.

MORAL DA HISTÓRIA:
O segredo para lidar com pessoas difíceis é não morder a isca da negatividade delas e deixar que elas mordam sua isca de um coração empático e cheio de amor.

fonte: recebido por email