Arquivo da tag: sucesso

Sucesso é não dar ouvidos as pessoas tóxicas e suas abobrinhas

Eu leio todos os comentários nos meus textos. E sempre que possível, eu respondo. Acho que não fiz isso uma ou duas vezes porque realmente não dei conta, mas sempre procuro ter feedback. É assim que cresço também.

Eu fico muito feliz que todos os dias tem alguém dizendo que tenho o ajudado na sua jornada de descobertas. Alguns até me contaram que tomaram decisões importantes nas suas vidas profissionais depois que leram as palavras que aqui escrevo. Eu sei que isso é perigoso e me traz muita responsabilidade sobre o que digo. Não sei tudo, mas tudo que eu sei, faço questão de compartilhar com meus leitores.

São inúmeros os recados que…

leia mais em https://www.linkedin.com/pulse/sucesso-%C3%A9-n%C3%A3o-dar-ouvidos-pessoas-t%C3%B3xicas-e-suas-abobrinhas-leal

Como tirar proveito do fracasso

“Todo fracasso traz consigo a semente de um sucesso equivalente ou maior”. Essa frase é de Napoleon Hill, uma das personalidades mais conhecidas quando o assunto é realização pessoal.

Por 20 anos, Napoleon Hill pesquisou e entrevistou mais de seis mil pessoas, entre as mais ricas e poderosas do mundo, para descobrir o que elas tinham em comum. Durante a sua extensa pesquisa, ele descobriu que muitas delas já haviam fracassado, mas fizeram da experiência com o fracasso a possibilidade para o sucesso.

Além disso, atualmente, as coisas andam mudando e quem fracassou não é mais visto como alguém que não deu certo. E, sim, como uma fonte de aprendizado para justamente averiguar o que deu errado e o porquê disso.

No Vale do Silício há a cultura de trazer pessoas que…

leia mais em https://meusucesso.com/artigos/empreendedorismo/como-tirar-proveito-do-fracasso-1072/

Razões frequentes para o fracasso

As principais razões para o fracasso de profissionais e empreendedores estão muito mais relacionadas às suas deficiências emocionais e comportamentais do que à falta de habilidades técnicas necessárias para suas funções.

No entanto, parece que, pelo pragmatismo desejado e a maior facilidade que as pessoas têm de tangibilizar as questões técnicas, as questões emocionais acabam sendo minimizadas ou deixadas de lado, até com um certo preconceito.

No esporte, fica bastante claro o quanto os…

leia mais em http://geracaodevalor.com/blog/razoes-frequentes-para-o-fracasso/

SER INTELIGENTE E TALENTOSO NÃO É O SUFICIENTE PARA TER SUCESSO

Rápido: Pense na pessoa mais bem sucedida que você conhece.

Agora pense em algumas palavras que melhor descrevem essa pessoa. O que vem à mente? Inteligente? Organizado? Confiante? Disciplinado? Inspirador?

Se você é como a maioria das pessoas, você provavelmente achou as três últimas mais próximas da realidade – em outras palavras, qualidades que têm mais a ver com a atitude da pessoa do que os seus conhecimentos ou habilidades. Outros incluem motivado, trabalhador, sem medo, humilde, influente, e apaixonado.

Este exercício foi um dos vários que abriu uma sessão de pré-estréia do “Competências para o Sucesso”, um curso ministrado na cidade de Nova Iorque. O curso é um de uma série de programas de treinamento Dale Carnegie oferecidos em todo o mundo, cada um com base no trabalho de Dale Carnegie, autor do livro best-seller “Como Ganhar Amigos e Influenciar Pessoas”.

Warren Buffett disse que tomou uma classe de Dale Carnegie, quando ele…

leia mais em http://www.jornaldoempreendedor.com.br/destaques/inspiracao/ser-inteligente-e-talentoso-nao-e-o-suficiente-para-ter-sucesso/

8 habitos mentais que a maioria das pessoas bem sucedidas aprende quebrar

Às vezes o sucesso vem não do que você aprende a fazer e sim do que você aprende a parar de fazer.

Essa frase é de Sandja Brügmann, uma empreendedora serial. “Uma vez que desenvolvemos o entendimento de como interferimos com nossa visão e objetivos, chega o momento desafiador de desaprender e mudar determinados comportamentos”, ela explica.

Desaprender é difícil. “Requer que você saia dos comportamentos automáticos e opere num estado de entendimento consciente, onde você toma controle de suas ações e vida”, diz Brügmann. “É preciso confrontar sentimentos desconfortáveis e ter uma visão atentiva para uma mudança na vida profissional.”

Por isso fizemos uma lista dos 8 hábitos mais comuns que…

leia mais em http://siteware.com.br/inovacao-2/8-habitos-mentais-que-maioria-das-pessoas-bem-sucedidas-aprende-quebrar

Você nunca terá sucesso sendo adolescente

Sábado foi um dia maravilhoso.

Você acordou na sua cama confortável com lençóis, travesseiros e cobertas que adora.

Levantou um pouco mais tarde que nos dias do semana porque, afinal, você merecia um descanso extra.

Ao levantar da cama foi para a cozinha onde encontrou frutas, pão, manteiga, leite e toda a sorte de coisas boas para fazer o seu desjejum.

Depois do café da manhã, você voltou para o quarto, ligou o seu computador e foi para a internet trabalhar e se distrair um pouco enquanto a hora passava para você ir para um churrasco que seus amigos haviam marcado e lhe convidado.

Para ir para o churrasco você pediu carona para seus pais, seu marido ou esposa que prontamente o levou até a casa onde seus amigos estariam reunidos para o churrasco, distante uma meia hora de onde você morava.

Você passou uma tarde agradável perto dos seus amigos, conversando, brincando, comendo e bebendo feliz até o momento em que começou a escurecer.

Você ligou de volta para quem lhe deu carona no início do dia dizendo que o ônibus que o levaria até em casa demoraria para chegar e essa pessoa se convidou a ir pegá-lo novamente na festa.

Você esperou meia hora e lá estava sua carona de volta.

Você entrou no carro e sem fazer esforço chegou novamente na sua casa onde um jantar bacana o esperava.

Você tomou um banho quente, daqueles rejuvenescedores, vestiu um pijama confortável que já estava limpo na sua gaveta de roupas e sentou-se à mesa para comer a sua última refeição do dia e conversar sobre os acontecimentos do dia com as outras pessoas que moram com você.

Quando o jantar acabou, você recolheu as louças que estavam sobre a mesa e as colocou na pia, juntamente com as panelas e talheres que serviram para fazer e servir aquela refeição.

Depois disso você foi para o seu quarto, ligou o seu computador na internet como tinha feito no início do dia e esperou até chegar o sono e você deitar na sua cama confortável mais uma vez.

(Ponto)

“A gratidão é a virtude das almas nobres.” ~ Esopo (Tweet Isso)

Quantas pessoas você conhece que se comportam dessa forma? Talvez você mesmo se comporte assim, não é mesmo?

Usufrui dos ambientes, das coisas e das pessoas e se esquece de agradecê-las e agradá-las.

A louça que ficou sobre a pia, vai ter que ser lavada por alguém.

Provavelmente, o mesmo alguém que te levou e te buscou da festa que você foi.

Alguém que te proporcionou usar eletricidade no seu quarto, juntamente com internet e um computador portátil.

Muitas vezes alguém que você até mesmo ama e tem bastante consideração.

Adolescência adulta

Muitos adultos não saíram da adolescência.

Apesar de vivermos em bairros, não conhecemos e não nos importamos de fato com quem mora no nosso bairro.

Agimos da mesma forma com as pessoas que moram na nossa cidade, no nosso estado, no nosso país e no mundo.

Se dentro das nossas casas nós não nos importamos com o coletivo, como discursar sobre o coletivo global? Como querer que nossos filhos, netos e bisnetos adotem uma postura de vida preocupada com o coletivo mundo afora se dentro de casa, cada um só pensa em si?

Que se dane os outros! Eu quero saber é de mim!

O sistema social que vivemos atualmente conseguiu distanciar as pessoas dentro da mesma casa.

Todo mundo faz algo mais importante que o outro.

  • É importante para mim escrever, então que os outros se virem nas suas tarefas.
  • É importante para mim fazer o trabalho da escola, então os outros que se virem nas suas tarefas.
  • É importante para mim ganhar dinheiro, então os outros que se virem nas suas tarefas.

Eu jogo bituca de cigarro no chão, latinha de refrigerante na rua, compro um carro além das minhas possibilidades financeiras e planejo viagens para o exterior só para mostrar na rede social que eu sou o bonzão.

Não me preocupo com a louça que vai ficar em cima da pia.

Eu quero saber do meu, daquilo que é meu por direito e se puder fazer o mínimo pelos outros, é o que vou fazer.

“Os homens apressam-se mais a retribuir um dano do que um benefício, porque a gratidão é um peso e a vingança, um prazer.” ~ Tácito (Tweet Isso)

É impossível gerar valor como adolescente

Todo empresário deve ter a preocupação de gerar valor para os outros.

No exemplo acima, ter lavado a louça e limpado a cozinha teria sido uma boa forma de retribuir ao mundo aqueles serviços que ele havia lhe prestado.

Quando eu era adolescente eu também agia da forma como exemplifiquei na história acima.

Eu queria tudo para mim e não queria dar nada ou praticamente nada.

Eu não queria saber de onde vinha a energia elétrica que eu utilizava ou o combustível que movimentava os veículos que eu usava para me movimentar pelo mundo.

Eu era o centro do universo!

Quantos empreendedores você conhece que são assim?

Eu conheço muitos.

Todos muito interessados em si mesmos e pouquíssimos interessados em gerar valor para os outros.

Ninguém se pergunta verdadeiramente “Como eu posso ajudar mais os outros?”

“O quão feliz é uma pessoa depende da profundidade de sua gratidão.” ~ John Miller (Tweet Isso)

Eu posso te falar que eu já tive várias vezes a ideia de acabar com este site.

Afinal, o retorno financeiro que ele me dá ainda é só uma ajuda de custo para manter o serviço de hospedagem do site funcionando e pagar uma pizza no final de semana, mas sempre que eu pensava em acabar com ele, em deixá-lo para lá, pensava que estava me comportando como a pessoa da historinha acima.

Ou seja, pensando mais no meu umbigo que nos outros.

À frente do seu negócio, seja ele qual for, pense sempre nos outros, no que você pode fazer a mais para ajudar as outras pessoas.

É lavar uma louça? É ajudar alguém a escolher a melhor opção de roupa para o seu corpo? É limpar a tela do computador que você acabou de consertar? É presentear os seus clientes com um chocolate depois do almoço?

Não deixe a louça suja para quem você ama lavar.

Clientes, amigos, colegas, vizinhos, filhos e netos, são todos nossos irmãos e vivem na mesma casa que nós.

Quanto mais servimos, mais temos para dar.

Pense nisso e lave a louça suja na próxima vez que ela sobrar e sem, é claro, contabilizar quantas vezes você lavou e quantas vezes as outras pessoas lavaram para você.

Seja humilde. Amadureça e deixe a adolescência para trás.

fonte: http://insistimento.com.br/fracasso-adolescente/

Sucesso

Como você tem medido o seu sucesso?
Tendemos a medir o sucesso das pessoas pelo que elas têm, pelo estilo de vida que vivem e pela quantidade de pessoas que as rodeiam.
Será que essa é a melhora maneira de medirmos sucesso?
O que é sucesso pra você?
leia mais em http://leandrotugumi.blogspot.com.br/